Conheça os Axiomas de Zurique e Invista como um Banqueiro Suiço

A fama da riqueza dos banqueiros suíços é conhecida internacionalmente: diversos multimilionários e políticos do mundo inteiro têm contas bancárias na Suíça. Para conseguir alguns dos maiores lucros do planeta os banqueiros utilizam uma filosofia de investimentos particular: os axiomas de Zurique.

Se você já buscou aprofundar seus conhecimentos sobre investimentos, procurando algum livro para se informar, você provavelmente já ouviu falar de Os Axiomas de Zurique. Publicado originalmente em 1985 pelo jornalista Max Gunther, o livro foi um dos maiores best-sellers internacionais sobre investimentos da História.

Sobre o livro

O livro é fruto de conversas de Gunther junto a banqueiros suíços explicando as estratégias de investimentos que utilizaram para ganhar dinheiro após o final da segunda guerra mundial.

Gunther afirma que a maior parte dos ensinamentos teria vindo do seu pai, Franz Heinrich, que chefiou o braço nova iorquino do Swiss Bank Corp, que posteriormente se tornaria o UBS.

Mais do que apenas um livro sobre finanças ou investimentos, Os Axiomas de Zurique é um livro sobre risco e psicologia. Por isso mesmo, o livro é amado por muitos, odiado por outros.

Alguns crêem que justamente por ensinar como lidar com a psicologia dos agentes econômicos, os axiomas são melhores do que qualquer manual de finanças. Entretanto, outros acham que a maneira com que Gunther lida com risco seja muito arrojada, por vezes até irresponsável.

Os axiomas de Zurique consistem em 12 axiomas principais e outros 16 axiomas secundários. A princípio, Gunther recomenda que todos sejam seguidos em conjunto, do contrário a estratégia pode não ser eficiente. Analisemos abaixo os axiomas propostos pelo livro:

1° axioma principal: sobre risco

Preocupação não é doença, mas sim sinal de saúde. Se você não está preocupado é porque não está arriscando o bastante.

  • Se o principal objetivo da sua vida for minimizar risco, sua vida provavelmente será terrivelmente entediante. A vida deve ser uma aventura, não uma rotina planejada cuidadosamente.
  • Além disso, você provavelmente acabará pobre. A menos que você tenha uma herança a receber de algum parente distante, a única forma de enriquecer é assumindo risco.
  • A maior parte dos investidores de Wall Street vive preocupada com seus portfólios. Porém isso não é visto como um problema, pelo contrário, a maioria gosta disso.

1° axioma secundário: só aposte o que valer a pena

Se você investir um valor tão pequeno cuja perda não importará para você, dificilmente terá grandes ganhos. Mesmo que o investimento tenha uma valorização exponencial, 3.000% de um valor pequeno continua sendo um valor pequeno, não resolvendo sua vida financeira.

2° axioma secundário: resista à diversificação

  • A diversificação diminui riscos, mas também diminui os rendimentos, pois te força a alocar valores menores em cada investimento.

Diversificar o portfólio implica em um gasto de tempo maior para estudo dos ativos. Isso pode fazer com que o investidor tenha dificuldade para se manter informado sobre seus investimentos ou ainda que acabe investindo em algo que ele não conhece. Como Warren Buffett diz, “Você pode colocar todos os ovos na mesma cesta, desde que fique de olho grudado nela.”

2° axioma principal: sobre a ganância

Sempre realize seus lucros cedo:

  • Muitos investidores tentam realizar os lucros de um ativo no ponto mais alto, na maior valorização possível. O problema é que não há como saber qual será esse momento.

Imagine um alpinista que esteja escalando à noite um monte cujo cume termina num desfiladeiro. Como a visibilidade é baixa, é preferível caminhar pouco, tateando o caminho, do que correr o risco de cair penhasco abaixo. O ideal seria chegar ao cume, mas o mais importante é fazer progresso.

3° axioma secundário: planeje lucros e prejuízos e, assim que atingi-los, saia da posição

Estabeleça uma meta de quanto quer ganhar e assim que atingi-la, saia da posição. Uma boa estratégia pode ser escrever um e-mail para si mesmo assim que for realizar um novo investimento.

Nesse e-mail estabeleça quanto pretende lucrar e quanto aceita perder. Assim que esses limites forem cruzados, liquide a posição. Dessa forma você se protege racionalmente da tentação de não realizar lucros ou prejuízos que vierem a acontecer.

3° axioma principal: sobre a esperança

  • Quando o navio começar a afundar não reze, abandone o barco.

Quando algum investimento começar a lhe dar prejuízo não espere que a situação melhore: pule fora de uma vez.

Liquidar uma posição em prejuízo é algo difícil de se fazer, porém se o barco for afundar não espere até a metade do naufrágio, pule fora assim que a água começar a entrar. Dessa forma você garante sua sobrevivência e evita prejuízos maiores.

4° axioma secundário: aceite pequenas perdas

Aprenda a encarar as pequenas perdas como oportunidades de aprendizado, elas são parte da vida.

Ao realizá-las rapidamente você evita perdas maiores e aprende com os erros: melhor aprender com os pequenos erros do que ter de aprender com grandes fracassos.

4° axioma principal: sobre as previsões

O comportamento humano não pode ser previsto, desconfie de qualquer um que afirme ter o menor conhecimento que seja sobre o futuro.

  • O mercado financeiro é composto por seres humanos, por isso é extremamente imprevisível. Há muitos falsos profetas, mas dificilmente suas profecias se concretizam. Desconfie de todos eles.
  • O bom investidor não é aquele que prevê o que irá acontecer no mercado, mas sim aquele que reage corretamente àquilo que de fato acontece.

5° axioma principal: sobre padrões

O caos só é perigoso quando começar a parecer ordeiro.

  • O mercado financeiro é inerentemente caótico. Se as coisas começarem a parecerem calmas e compreensíveis, comece a se preocupar.
  • O estudo e a reflexão podem tornar suas chances de sucesso maiores, mas o sucesso nunca é garantido. O mercado é caótico, portanto suas fórmulas sempre podem estar erradas.

5° axioma secundário: cuidado com a armadilha do historiador

É sempre fácil explicar os acontecimentos em retrospecto, porém é muito difícil antevê-los. O investidor pode ficar tentado a antever os movimentos do mercado através das lentes da história, porém não há nenhuma garantia de que eventos passados irão se repetir.

6° axioma secundário: cuidado com a ilusão dos grafistas

A análise técnica pode parecer fornecer alguma segurança ao investidor, pois faz parecer ordeiro algo caótico como o mercado. Porém de maneira similar às conjecturas do historiador, nada garante que as conjecturas do grafista irão se concretizar.

7° axioma secundário: cuidado com a ilusão da correlação e causalidade

É uma tendência humana tentar compreender correlação entre dois efeitos como causalidade. Entretanto é sempre necessário estar atento: não é porque dois eventos acontecerão simultaneamente que um deles é a causa do outro.

8° axioma secundário: cuidado com a falácia do jogador

Não existe nada como “um dia bom”, ou “um dia de sorte” para se investir. Todos os dias são iguais aos outros.

6° axioma principal: sobre mobilidade

Evite criar raízes, elas impedem o movimento.

  • Quanto mais confortável e acomodado você for com seus investimentos, menor será o sucesso que você conseguirá como investidor.

9° axioma secundário: não se prenda a investimentos ruins somente por nostalgia

Se afeiçoe a pessoas, lugares, momentos, não a investimentos ruins. Assim que um cenário negativo se configurar para um investimento seu, se desfaça dele.

10° axioma secundário: nunca hesite em sair de um investimento se algo melhor aparecer

Alguns investimentos podem demorar anos a darem frutos, enquanto outras boas oportunidades aparecem à sua porta. Caso algum investimento melhor apareça, não hesite: mude seu portfólio imediatamente.

7° axioma principal: sobre intuição

Um palpite só é confiável se puder ser explicado:

  • Só confie na sua intuição se você puder explicá-la racionalmente para alguém e ela puder parecer minimamente razoável. Do contrário, desconsidere-a.

11° axioma secundário: nunca confunda um palpite com esperança

Sempre se questione sobre palpites que você tenha sobre o futuro do mercado: o palpite é de fato razoável ou é você que quer acreditar que ele vai acontecer?

O mercado gosta de acreditar que tudo vai dar certo, porque é mais fácil ganhar dinheiro num cenário favorável. Mas você não é o mercado, você precisa bater o mercado.

8° axioma principal: sobre religião e ocultis

É improvável que Deus tenha planos de te tornar rico:

  • Independentemente da sua crença religiosa, é pouco provável que te tornar rico seja uma das prioridades de alguma entidade superior. Acreditar que isso vai acontecer de qualquer maneira te coloca numa posição confortável e te torna propenso à inércia, comportamentos que devem ser evitados.

12° axioma secundário: se astrologia funcionasse todo astrólogo seria rico

Confiar cegamente na astrologia, nos búzios, no tarô ou seja lá qual for a superstição provavelmente não lhe levará a lugar algum. Se o segredo da riqueza estivesse imbuído nos saberes do oculto, todos os seus praticantes seriam milionários, o que está longe de ser verdade.

13° axioma secundário: superstições não precisam ser exorcizadas, elas podem ser aproveitadas em seu devido lugar

Se você está em uma situação em que a racionalidade não poderá mais te ajudar, pode apelar para a fé: isso é válido para a loteria, por exemplo.

9° axioma principal: sobre otimismo e pessimismo

Otimismo significa esperar pelo melhor, mas confiança é saber como lidar com o pior. Nunca tome uma decisão baseada somente em otimismo.

  • Espere sempre o melhor, mas sempre se prepare para o pior. Os profissionais não são apenas otimistas, são também confiantes. Confiança se consegue com o uso construtivo do pessimismo.

10° axioma principal: sobre consenso

Ignore a opinião da maioria, provavelmente ela está errada

  • Desconsidere qualquer opinião alheia até que você mesmo consiga analisar a situação com clareza e obtenha uma opinião própria sobre o tema. O mercado constantemente está errado.

14° axioma secundário: nunca embarque em especulações da moda

  • Geralmente investimentos que estão na moda se encontram próximos de suas máximas históricas, sendo portanto um investimento muito arriscado: é mais provável que o preço caia do que continue subindo.
  • Isso não significa que todo investimento impopular pode ser uma boa oportunidade. Faça sua pesquisa corretamente, avaliando cada ativo com responsabilidade.

11° axioma principal: sobre teimosia

Se não der certo logo de cara, esqueça.

  • Não há porquê permanecer em um investimento que esteja amargando perdas. Você não precisa compensar os prejuízos esperando que o mesmo investimento que deu prejuízo volte a se valorizar novamente. Parta logo para outro.

15° axioma secundário: nunca tente salvar um investimento ruim diminuindo o preço médio

  • Quando o preço de um ativo cai, muitos investidores tentam “diminuir seu prejuízo” realizando novas compras, assim diminuem seu preço médio de entrada neste ativo.

Sempre que se sentir tentado a fazer isso, se faça as seguintes questões: você compraria este ativo no preço atual se não tivesse investido antes? Você ainda acredita que este ativo seja um bom investimento? Caso contrário, não realize novas aplicações.

  • Se a resposta às questões for positiva, pense novamente se você não chegou a essa conclusão somente por não querer realizar o prejuízo. Se este for a única justificativa, não coloque mais um centavo neste investimento.

12° axioma principal: sobre planejamento

Planos de longo prazo dão a impressão de que o futuro está sob controle. Nunca leve planos de longo prazo a sério.

  • Quando se planeja demais tende-se a ter a ilusão de que o futuro está sob controle, e por isso não é necessário correr riscos. Além disso, cria-se uma tendência à inércia, um erro que o mercado não perdoa.

16° axioma secundário: fuja de investimentos de longo prazo

Ao realizar aplicações de longo prazo você perde diversas oportunidades que podem surgir ao longo do caminho. Valorize liquidez e liberdade de escolha acima de tudo.

Conclusão

Definitivamente os axiomas não são adequados para todos os investidores, se direcionando principalmente àqueles de perfil mais arrojado.

De toda forma, os insights fornecidos pelo livro de Gunther sem sombra de dúvida valem uma reflexão mais profunda e devem ajudar investidores mais conservadores a tomar coragem para assumir um pouco mais de risco.

Voltar para posts

A revolução financeira é para todos.
Cadastre-se no Quantum!

ABRIR MINHA CONTA