Que tal trocar Bitcoins por Pizzas?

Hoje é um dia muito especial para todos os investidores e entusiastas de criptomoedas do mundo. Faz nove anos que a primeira compra com bitcoin foi realizada! E o bom gosto dos early adopters não tem limites: juntaram pizza e bitcoin para realizar essa compra. Precisamos comemorar, né?Mas antes das pizzas, vamos conhecer um pouco mais sobre essa história? Tudo começou em 18 de maio de 2010, com o  programador húngaro Laszlo Hanyecz publicando no maior fórum do mundo de discussão sobre bitcoin, o BitcoinTalk, que pagaria 10.000 bitcoins para quem entregasse duas pizzas em sua casa.Laszlo queria provar que era possível comprar comida com bitcoins e usar a moeda como meio de troca. Na publicação, Laszlo escreve:

“ Eu vou pagar 10.000 bitcoins por um par de pizzas .. talvez 2 pizzas grandes, para que possa sobrar algo para o dia seguinte. Eu gosto de ter pizza para beliscar depois. Você pode fazer a pizza sozinho e trazê-la para minha casa ou pedir por mim e mandar entregar, mas o que eu quero é receber comida em troca de bitcoins sem ter que pedir ou preparar eu mesmo, tipo como encomendar um 'prato de café da manhã' em um hotel ou algo assim, eles só trazem algo para comer e você fica feliz!Eu gosto de coisas como cebola, pimentão, salsicha, cogumelos, tomate, calabresa, etc. Apenas coisas padrão sem cobertura de peixe estranho ou qualquer coisa assim. Eu também gosto de pizzas de queijo que podem ser mais baratas para preparar ou adquirir de outra forma.Se você estiver interessado, por favor me avise e nós podemos fazer um acordo.Obrigado, Laszlo”

Atualmente, 10.000 bitcoin valem mais de 60 milhões de dólares! Porém, apesar do valor impressionante, na época, o bitcoin era pouco conhecido e não tinha um valor muito claro. Por isso, demorou alguns dias até que as pizzas chegassem.Após quatro dias, o usuário Jarcos realizou a intermediação da compra e  Laszlo postou fotos das pizzas, anunciando que a troca havia sido realizada com sucesso.

Após o sucesso da troca, Laszlo comentou que a oferta estaria aberta para outros interessados e que ele continuaria a trocar 10.000 BTC por pizza a qualquer momento:

“Se alguém estiver interessado por favor me avise. A troca é favorável para quem faz, porque as 2 pizzas custam apenas 25 dólares no total, talvez 30 se você der ao cara uma boa gorjeta. Se você me pagar as maiores e mais incrementadas, eu posso colocar mais alguns bitcoins,  me avise e nós podemos combinar algo.” @Lazslo, 12.06.2010

Porém, após alguns meses, no dia 4 de agosto do mesmo ano, Lazlo voltou atrás de sua proposta e desisti da troca, devido à rápida valorização do bitcoin e aumento da dificuldade da rede e de conseguir novas moedas com a mineração. Na mensagem, Laszlo escreve:

“Bem, eu não esperava que o bitcoin se tornasse tão popular, então eu não posso continuar fazendo essa troca, já que eu não posso mais gerar milhares de moedas por dia. Obrigado a todos que me compraram pizza, mas eu estou meio que deixando de fazer isso por enquanto.”  @Lazslo, 04.08.2010

A compra das pizzas de Lazslo ficou tão famosa que a data se tornou um marco comemorado por entusiastas de todo mundo e dia 22 de maio, passou a ser conhecido como Bitcoin Pizza Day.

Duas Pizzas por 0,00649 Bitcoins

Laszlo continuou entusiasta do bitcoin mesmo após ter gasto uma fortuna com as duas pizzas. Em fevereiro de 2018, ele repetiu a negociação, adquirindo duas pizza que custaram US$67, agora, por apenas 0,00649 bitcoins.Desde o início, Lazslo se mostrou preocupado com o uso do bitcoin enquanto meio de pagamento. E por isso, a negociação foi realizada utilizando a Lighting Network, uma tecnologia desenvolvida para resolver o problema de escalabilidade do bitcoin, diminuindo o valor das taxas e acelerando a confirmação das transações.Em momentos em que há muitos negociantes, a rede do bitcoin pode ficar congestionada e as taxas de transação podem chegar aos US$ 100. Com esse custo de transação, se torna  economicamente inviável usar o bitcoin como meio de pagamento para comprar uma pizza. Porém, utilizando a Lightning, a taxa de transação cai significamente. Ao comprar as pizzas, Lazslo pagou apenas US$0,06. Em entrevista, Lazlo explicita sua intenção:

"Eu queria mostrar que sim, você ainda pode comprar pizzas com Bitcoin.Mas se é uma pizza de US $ 50 e uma taxa de transação de US $ 100, isso não funciona. A ideia é que na Lightning Network possamos obter a segurança do Bitcoin e das transferências instantâneas. Você não precisa esperar por uma confirmação de blockchain. ”

A Lighting Network é uma solução em que duas partes abrem um canal de pagamento e transacionam por esse canal, fora da blockchain do bitcoin. Uma vez que o canal é fechado, apenas os saldos resultantes são registrados na blockchain, não o histórico completo das transações.Ao transacionar fora da blockchain, a tecnologia da Lightning oferece uma solução para o problema da escalabilidade, permitindo micro pagamentos instantâneos. No dia que esse artigo foi escrito, o explorador acinq mostrava cerca de 4.239 nodes e mais de 37 mil canais abertos.

Para realizar a nova compra das pizzas, Laszlo abriu um canal de pagamento via Lightning  com outro entusiasta, que pediu a pizza por ele. Para assegurar a validade da transação, o entregador da pizza deveria entregá-la apenas se Laszlo mostrasse os primeiros e últimos quatro caracteres da seqüência de um código que provava que ele havia feito o pagamento.Após apresentar a sequência correta, Laszlo recebeu as pizzas e repetiu a façanha de 2010, agora com muito menos de um bitcoin. Mas vamos ao que interessa: agora que você já sabe como participar da revolução financeira comendo pizza, me diz, qual sabor vai ser?

Voltar para posts

A revolução financeira é para todos.
Cadastre-se no Quantum!

ABRIR MINHA CONTA